English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Empatia ...

"A capacidade de se colocar no lugar do outro é uma das funções mais importantes da inteligência. 
Demonstra o grau de maturidade do ser humano."
Augusto Cury

Fala pessoal, belezinha?

Hoje resolvi falar um pouco sobre empatia, que nada mais é do que colocar-se no lugar de outra pessoa, algo que está cada vez mais complicado de se ver por aí, até porque todo mundo esquece que tem teto de vidro e cansa o braço de jogar pedra no telhado alheio, por essas e outras que vale uma reflexão.

Então vamos lá ...

Empatia é uma qualidade excelente na minha modesta opinião, pois nos ajuda a perceber que raios não caem somente sob nossa cabeça, ou seja, todos - sem exceção - vivenciamos ou passamos por problemas.

Usar de empatia, nos ajuda a perceber que muitas vezes, o outro tem problemas muito maiores que os nossos e que nós - conscientes ou não - valorizamos demais nossas pequenas agruras em detrimento da dos demais seres no mundo.

Afinal, é fácil olharmos para nosso umbigo e ao mesmo tempo apontar defeitos, criticar ou condenar outros quando estamos confortavelmente por fora da situação; quando enxergamos os problemas alheios com nossos próprios olhos.

Mas com algum esforço é possível enxergar com os olhos do outro a situação e até chegar a sentir o que ele sente. É claro que trata-se de um exercício contínuo. Precisamos usar um pouco de razão, reflexão, equilíbrio e controle. E então, por fim, chegamos a compreender o que aflige, inquieta ou tira a paz do outro.

Chegando a este ponto ... bingo! ... estamos começando a chegar no caminho certo!

Afinal caro leitor, todos desejamos que alguém se importe conosco, desejamos em algum momento da vida um pouco de colo, de carinho, de compreensão, desejamos um ombro pra chorar, um ouvido atento para nos escutar nas horas mais necessárias e talvez até ajuda prática para outras inúmeras situações.

O que me incomoda profundamente é que qualidades como o amor e a empatia, estão cada vez mais em falta no mercado das emoções humanas, mas além destas, acrescento também a chamada compaixão que tem o poder de impulsionar ou mover à ação as pessoas.

Mas para que isso ocorra é preciso buscar estas qualidades e exercê-las, para quem sabe, melhorar ao menos um pouquinho o mundo de alguém.