terça-feira, 28 de outubro de 2008

Tempestades

Ando introspectivo nos últimos meses e ainda não consegui definir dentre tantas possibilidades, a razão. Insistentemente tenho ficado depressivo e isso não me agrada nem um pouco. Pessoas que amo tão distantes, trabalho que não anda bem, contas atrasando... isso para se dizer o mínimo, pois ainda não consegui focar o verdadeiro vilão ou se é a junção de tudo.

Talvez seja stress acumulado, ausência extrema de feriados neste ano, falta de férias por mais de seis anos, sofrer por antecipação e não conseguir facilmente me desligar dos problemas que se acumulam. O que me alivia, de certo modo, é escrever! Na escrita posso externar até certo ponto meus anseios e pensar em possibilidades ainda não questionadas.

Enfim, viver no atual sistema de coisas tem sido complicado e sinto com os olhos espirituais que tudo isso não durará muito. Mas apesar de tudo, e a imperfeição humana conta muito nesse quesito, saber que existe um Criador que se importa é fundamental para prosseguir insistindo, persistindo!

Agradeço sempre por meus leais amigos, tão importantes e necessários. Um pode estar no Embú, outro em Recife e ainda outro na Bahia ou a poucas quadras de minha casa, não importa! São poucos, mas sei que posso sempre contar com eles e eles sabem de minha reciprocidade no que tange a amizade.

Ainda não sei o que o futuro trará e como exterminarei meus “fantasmas” que não me permitem ter uma noite tranqüila de sono, mas uma coisa é certa: Jeová está do meu lado me direcionando e me suprindo, não estou só. (Hebreus 13:5, Filipenses 4:13) Questão de meses e tudo entra nos eixos novamente, mas períodos como esse nos fazem crescer e analisar o todo e tomar decisões futuras baseadas em alvos mais concretos. Ser presenteado com a alegria é algo que sempre agradeço a Jeová, pois apesar dos momentos turbulentos, consigo deixá-la fluir naturalmente e sei que me impulsiona a persistir.

Preocupações e problemas sempre existiram e existirão enquanto estivermos vivendo nesse mundo louco, não sou o primeiro e nem serei o último a tê-los. Se olharmos ao redor ou até mesmo para o lado, teremos inúmeros motivos para agradecer, ponderar e ter paciência. Jeová tem visto muito disso a milhares de anos, seu coração se entristece e muito, dependendo de como a pessoa leva sua vida à parte do que Ele requer. Ele é o mais interessado que sejamos felizes e que tenhamos uma vida satisfatória, voltada única e exclusivamente para adorá-lo. Então ... paciência e perseverança são as palavras do dia, tudo vai passar.

Um comentário:

Guiomar delgado disse...

Omeu querido irmão!! Muito embora so tenha o visto nesta pagina.. rss..
Vi seu endereço num email que recibi de nao sei q irmão, pois são varios, resovi dar uma olhadela.. Meu irmão vc é um poeta, melhor ainda, um poeta que ama o verdadeiro Deus Jeová..
Não podia deixar de escreveu umas palavrinhas..
Fique com Jeová, vc e suas mulheres do coração...
meu email guiomar.delgado@hotmail.com
Congregação Nova Americana/Americana/SP