English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sábado, 1 de janeiro de 2011

O Tempo

O tempo passa rápido não é verdade? Parece que foi ontem que eu fiz 15 anos e já se passaram 22 que isso aconteceu. Os medos e as incertezas de um jovem adolescente, assim como também as esperanças e sonhos que viriam no futuro. Ter que estudar com a responsabilidade de não perder o ano letivo, depois ter que trabalhar para poder comprar aquele tênis legal que todo mundo usava no colégio.

É ... o tempo passa!

Depois com a carga de responsabilidade crescendo, vamos modificando nossas prioridades e com elas nossos sonhos. O tempo nos "empurra" para coisas óbvias: nascemos, crescemos, estudamos, trabalhamos, encontramos alguém muito especial e formamos nossa família. Não foi diferente comigo. Setembro deste ano, farão 17 anos que minha esposa, na época minha amiga, disse sim à meu pedido de namoro.

E o tempo não pára! Noivamos, casamos e tivemos nossas lindas princesas. A primogênita hoje com quase 8 anos e a caçulinha com 4.

É ... o espelho não é o mesmo!

O reflexo ainda agrada, mas está diferente; afinal já não tenho 15 anos. O engraçado disso tudo é que quando temos essa idade, queremos ser mais velhos e mais donos de nossos narizes. Males da "aborrecência!”. E quanto mais velhos, queremos ser mais jovens, vai entender!

Mas, sermos "mais experientes" nos dá mais tranquilidade na resolução das situações; pensamos mais e não agimos tanto por impulso. O importante no final das contas é saber usar o tempo que temos e com bastante perspicácia, tendo em vista que o "agora" vem e vai com a mesma velocidade.

Aproveitar as pequenas coisas é o segredo. Seja ter a oportunidade de ver um pôr-do-sol, o sorriso de um bebê, a bagunça que seu cachorro faz quando vê você. Parar uns minutos para brincar de casinha com suas filhas (hehe), de futebol ou videogame com seus meninos.

Ah ... não sou tão velho assim, mas nesse assunto muitos já estão escolados. O tempo que temos é o mesmo de 10, 20, 50 anos atrás, mas a maneira em que o usamos atualmente é a grande questão. Muitas vezes nos enfunamos dentro do trabalho a ponto de esquecermos quem somos como pessoas. Perdemos tempo demais querendo debater, brigar, impor, sendo que as coisas mais gostosas do mundo são as mais simples.

Consegue respirar sozinho agora? Sinta-se privilegiado! Muitas pessoas não conseguem essa proeza. Consegue ler estas linhas? Agradeça o empenho de seus pais ou responsáveis, por dar-lhe a oportunidade de estudar e a Deus por enxergar.

As coisas acontecem numa velocidade tão maluca, que quando vamos perceber a festa acaba, sem antes mesmo de tirarmos alguém pra dançar. Ou de tomarmos aquele delicioso champagne ou comermos aquela fatia suculenta de bolo. Sendo assim, aproveite com carinho o precioso privilégio que tem: viver!

Mas jamais esqueça de agradecer cada segundo de tempo que você tem de vida, pois nosso Criador merece isso!

Nenhum comentário: