English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Me abraça?

Abraço é aconchego, é doação de amorosidade. Produz deleite na alma, não requer mérito, apenas vontade.

De braços abertos, doamos tempo, tocamos o outro ... consolamos, damos conforto.

Deixamos-nos tocar, somos acariciados, humanizamo-nos nos braços uns dos outros ao sermos abraçados!

Abraço é alento, é carícia de afeto. É efusão de alegria, é uma forma de aceitação exercida em plena cordialidade.
Dificilmente não sorrimos enquanto abraçamos, abraços nos desarmam, nos aproximam do outro, nos trazem felicidade!

Abraços são demonstrações de respeito, de admiração e de estima. São celebrações de encontros ou de reencontros ansiosamente esperados.

Na chegada ou na despedida, recorremos sempre ao abraço!

Abraços são poesias que transbordam da alma da gente, que nos enchem de vida, que animam e reanimam continuamente!

Abraços são emissões coloridas com as cores das idas e vindas saudadas nas relações que mantemos.
Abraços são argumentos daquilo que a fala não pode expressar, são momentos únicos - um jamais será igual ao outro - por isso é tão bom abraçar!

Abraços não têm preço, ninguém os poderia pagar!

Abraços têm valores que entendemos com o coração, mas que jamais poderemos explicar.

Luciana Rodrigues

Um comentário:

Fillipe Mak disse...

Abraços!
Como eu gosto disso viu. Queria ter numa frequência maior da minha vida.
Eu já até fiz um post sobre abraços tb.
E de fato tem um valor inestimável, q palavras não conseguiriam exprimir.
Então pra ti um super amplexo bem apertado, demorado e com mt sentimento.